Grécia versus Alemanha

A situação na união monetária europeia está a aquecer com o verão. As re-eleições gregas do próximo mês podem trazer como primeiro-ministro, o primeiro politico grego que está disposto a rebentar o balão de aselhices que tem constituído a resposta económica e política à crise sistémica que a união monetária enfrenta.

Neste poste gostaríamos de salientar 2 textos de referência que saíram esta semana na blogosfera internacional, que acompanha os desenvolvimentos da miserável tragédia grega:

  1. Marshall Auerbach dá uma visão política e macroeconómica extramente consisa e clara dos interesses nacionais que têm conduzido a resposta alemã à situação do euro (basicamente imperialismo económico e assegurar um mercado de exportação para os produtos alemães)
  2. Uma análise mais restrita dos possíveis cenários de uma bancarrota grega ou saída do euro, mas que deixa bem claro o papel da troika nesta crise. Por exemplo, mais de 80% dos juros pagos actualmente pela Grécia vão para a nossa amada Troika (ou instituições a ela pertencentes) e 98% (exacto, 98%) dos títulos de dívida a vencer nos próximos 3 anos vão para a nossa amada Troika (ou instituições a ela pertencentes).

Vale a pena ler ambos os artigos.

Links/Fontes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: